O português Bruno Magalhães vai defender a liderança do campeonato da Europa de ralis na “prova mais difícil” do campeonato, o Rali da Polónia, sustentou o piloto, em declarações divulgadas pela sua assessoria de comunicação.

“Há ralis que consideramos mais acessíveis e outros nem por isso. Este será, sem dúvida, a prova mais difícil para nós a todos os níveis, mas não é por isso que as nossas ambições são diferentes das provas anteriores”, observou.

Ao volante de um Skoda Fabia R5, Bruno Magalhães parte para a quinta prova do Europeu de ralis, que se vai realizar entre 03 e 05 de agosto, com 14 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o polaco Kajetan Kajetanowick (Ford Fiesta R5), que vai competir ‘em casa’.

“Não conhecemos a prova, a adaptação é sempre mais difícil em piso de asfalto (...). Se aliarmos a isso o facto de estarem inscritos vários pilotos locais, incluindo o nosso mais direto adversário nas contas do campeonato, não nos esperam facilidades”, assinalou.

Apesar das contrariedades, o piloto português pretende sair da Polónia na liderança da competição - cuja etapa inaugural se realizou nos Açores e foi vencida por Bruno Magalhães -, e “continuar a fazer as restantes [três] provas ao longo do ano”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.