Sebastien Vettel mostrou-se satisfeito por ver o filho de Michael Schumacher na Fórmula 1. Mick Schumacher vai fazer testes pela primeira vez com a atual Ferrari no dia 2 de abril em Bahrain.

"Tendo em conta a forma com que ele evoluiu nesses últimos anos, Mick Schumacher merece o que está acontecer com ele. Com o seu nome de família e enquanto filho de Michael, claro que são feitas ligações e depositadas expectativas em relação a ele", disse o piloto da Ferrari, em conferência de imprensa, nas vésperas do Grande Prémio de Fórmula 1 de Bahrain.

"Mas eu acho que para se pilotar na Fórmula, é preciso provar que se é rápido e até agora ele te-se dado bem. Mas é preciso dar-lhe tempo para que ele faça o seu trabalho", acrescentou.

O filho do piloto mais vezes campeão da história da F1, com sete títulos entre entre 1991 e 2012, vai pilotar a Ferrari de 2019 após os testes privados no Bahrain, no dia 2 de abril, e no dia seguinte estará ao volante da Alfa Romeo.

O jovem, que fez 20 anos no dia 22 de março, também estreia este fim de semana na Fórmula 2, considerada a categoria de acesso à Fórmula 1, também no Bahrain.

Mick Schumacher é membro da Ferrari Driver Academy desde o início deste ano, um o grupo de jovens pilotos da 'scuderia', com a qual Michael Schumacher viveu os seus momentos de glória entre 1996 e 2006, conquistando cinco títulos mundiais de pilotos (2000, 2001, 2002, 2003 e 2004).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.