Um furo provocou hoje a perda da liderança do finlandês Jari-Matti Latvala (Toyota Yaris) no Rali da Finlândia, nona prova do Mundial, cujo segundo dia terminou com o estónio Ott Tanak (Toyota Yaris) no comando.

Latvala arrancou o dia na liderança da prova ‘caseira’, mas acabaria por descer a segundo logo na primeira especial, recuperando o comando a seguir.

Na primeira passagem pelos 18,7 quilómetros de Kakaristo, uma pedra na berma da pista deixou o finlandês da Toyota com um furo na roda traseira esquerda.

"No ano passado, havia ali cimento e não nos aproximávamos. Este ano tiraram o cimento e tirei as minhas notas para passar mais depressa e foi esse o meu erro. Aproximei-me demasiado da valeta e estava lá uma pedra do tamanho de uma cabeça", contou Jari-Matti Latvala, que terminou o dia em terceiro, a 28,8 segundos do companheiro de equipa.

Na mesma pedra embateu também o irlandês Kris Meeke (Toyota Yaris), acabando com a suspensão traseira partida.

A partir daí, Tanak dominou. Terminou o dia com três triunfos em oito especiais e 16,4 segundos de vantagem sobre o finlandês Esapekka Lappi (Citroën C3).

"Foi um dia bom para nós. É bom terminar o dia com algum espaço para respirar. Até esta manhã, as diferenças estavam na casa das décimas de segundo", disse Tanak, que chegou a esta prova como líder do Mundial.

O francês Sébastien Ogier (Citroën C3), que começou o dia em sétimo, ascendeu à quinta posição, a apenas 2,6 segundos do norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai i20), quarto classificado, e a 50,5 segundos do líder.

Este domingo disputam-se as últimas quatro especiais da prova finlandesa, com apenas 45,74 quilómetros cronometrados, incluindo 11,12 da ‘power stage', que distribui cinco pontos extra pelos cinco mais rápidos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.