A KTM, construtora austríaca de motas pela qual corre o português Miguel Oliveira no Mundial de MotoGP, foi hoje a primeira a regressar ao trabalho para dois dias de testes no circuito austríaco Red Bull Ring.

Para já apenas os espanhóis Pol Espargaró (um dos pilotos da equipa oficial) e Dani Pedrosa (piloto de testes) estarão em pista, ao abrigo do regulamento que possibilita às equipas em desenvolvimento, como KTM e Aprilia, realizarem mais ensaios que os construtores tradicionais (Honda, Yamaha, Ducati e Suzuki).

Para já ainda não há uma data para o início do campeonato depois do adiamento das primeiras quatro jornadas previstas.

A Dorna, empresa promotora do Mundial, solicitou autorização ao governo espanhol para realizar duas corridas no circuito andaluz de Jerez de la Frontera, à porta fechada, nos dias 19 e 26 de julho, mas ainda não obteve resposta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.