Lewis Hamilton expressou a sua preocupação com a situação da McLaren Honda. O piloto britânico passou pela equipa entre 2007 a 2012 onde se sagrou campeão

mundial, numa altura em que era a Mercedes quem fornecia os motores. Este ano a McLaren optou por motores Honda, uma decisão que se revelou desastroso.

A equipa britânica tem tido um ano muito difícil, com Jason Button e Fernando Alonso a terem muitos problemas com o monolugar. A McLaren Honda está em penúltimo lugar na tabela de construtores com apenas cinco pontos. Pior só a Manor Marúsia que ainda não pontuou.

"São tempos difíceis para eles e é duro vê-los este estado. É uma grande equipa, enorme, com muitos êxitos no passado e onde estive muitos anos (de 2007 a 2012). Não é normal velos na posição em que estão", confessou o britânico.

Apesar dos tempos difíceis (falta de performance do monolugar e muitos problemas técnicos), o atual campeão do Mundo acredita que a McLaren irá conseguir sair da situação em que se encontra.

"Eles têm o grande Ron Dennis, grandes engenheiros e espírito de equipa, pelo que penso que irão dar a volta por cima. Estão numa zona escura mas felizmente que já há luz ao fundo do túnel", atirou.

No Grande Prémio de Silverstone, em Inglaterra, Alonso somou o seu primeiro ponto da época. Button desistiu logo na primeira volta, após uma saída de pista. A equipa tem ainda dez provas para mostrar serviço.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.