O alemão Sebastian Vettel venceu o Grande Prémio de Itália em Formula 1 e reforçou a sua liderança no mundial de pilotos. O tricampeão do Mundo concluiu as 53 voltas ao circuito transalpino em 1:18.33,352 horas, à frente do espanhol Fernando Alonso (Ferrari) e o australiano Mark Webber (Red Bull) que foram segundo e terceiro, a 5,467 e 6,350 segundos, respetivamente.

No circuito de Monza, o piloto da Red Bull partiu da "pole position", dominou a corrida do início ao fim e raramente foi ameaçado por Fernando Alonso, segundo classificado. Na terceira posição ficou o Red Bull de Max Webber que bateu o Ferrari de Felipe Massa.

É o sexto triunfo de Vettel esta temporada, o terceiro em Monza, ele que teve a sua primeira vitória na Formula 1 neste circuito italiano em 2008 ao volante de um Toro Rosso.

Com este triunfo, Vettel iguala Fernando Alonso em número de vitórias na Formula 1, (32), e fica com 222 pontos, mais 53 que o homem da Ferrari no Mundial de pilotos. Hamilton, que subiu ao terceiro posto no Mundial, está a 81 pontos do piloto da Red Bull. O piloto britânico da Mercedes fez uma corrida de trás para a frente, mas com muitos problemas.

Hamilton largou da 11.ª posição, galgou terreno mas depois vieram os problemas: teve um início de furo num dos pneus, só que a equipa não conseguia comunicar com ele para ir às boxes. Na parte final da corrida, Hamilton ultrapassou Raikonnen (ambos fizeram três paragens, contra duas dos adversários), Perez e Button para terminar na oitava posição. Na última volta tentou forçar a ultrapassagem a Romain Grosjean da Lotus mas cometeu um erro e não conseguiu efetuar a manobra.

Alonso teve um arranque de corrida espetacular, ao ganhar várias posições logo nas primeiras voltas, ultrapassando Hulkenberg, Webber e Massa. O espanhol esteve a rondar durante muito tempo nas "nas traseiras" de Vettel mas depois não conseguiu aguentar o ritmo imposto pelo piloto alemão. Apesar disso conseguiu minimizar os estragos e conseguiu o seu 93.º pódio.

A corrida não correu como previso para Raikonnen que ficou fora dos pontos (11.º), depois de não ter conseguido roubar o lugar a Button nas últimas voltas, que terminou atrás de Perez.

Destaque para o quinto posto de Nico Hulkenberg da Sauber, que já tinha surpreendido na qualificação. Nico Rosberg da Mercedes foi sexto, Daniel Ricciardo da Toro Rosso acabou em sétimo, à frente de Romain Grosjean da Lotus.

Tudo sobre o Grande Prémio de Itália

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.