O espanhol Marc Márquez (Honda) venceu hoje o Grande Prémio da Alemanha, nona prova do Mundial de motociclismo de velocidade, em Sachsenring, consolidando a liderança do campeonato.

Márquez superiorizou-se ao britânico Cal Crutchlow (Honda) e ao italiano Andrea Dovizioso (Ducati), segundo e terceiro classificados, respetivamente, para conquistar a sua sétima vitória no circuito alemão.

Com três vitórias na presente temporada, o catalão distanciou-se um pouco mais do seu compatriota Jorge Lorenzo (Yamaha), campeão em título, que terminou na 15.ᵃ posição na Alemanha e está em segundo no campeonato, 48 pontos atrás de Márquez (que soma 170 pontos).

O italiano Valentino Rossi (Yamaha) foi oitavo em Sachsenring, estando agora em terceiro no campeonato a 59 pontos de Marquez.

Na corrida de hoje, Marc Marquez beneficiou da sua decisão de trocar para pneus ´slick´ mais cedo do que os adversários (a pista estava húmida no início da competição, mas foi secando durante a prova), a 12 voltas do final da corrida.

“Fiz uma escolha errada de pneus no início da prova, pelo que não me foi fácil encontrar um bom ritmo. Mas depois da mudança de pneus efetuada, tudo correu muito melhor. A escolha de pneus ´slick´ foi de facto a mais acertada”, congratulou-se o espanhol, depois da sua 27.ᵃ vitória em MotoGP.

Por seu turno, o português Miguel Oliveira (Kalex) abandonou hoje o Grande Prémio da Alemanha de Moto2, na sequência de uma queda na quarta volta da nona prova do Mundial de motociclismo de velocidade, vencida pelo francês Johann Zarco (Kalex).

O piloto natural de Almada sofreu uma queda na oitava curva ao circuito de Sachsenring, quando seguia no 17.º lugar, uma posição abaixo da que tomou na grelha de partida, e abandonou pela terceira vez na temporada uma corrida.

Zarco impôs-se no final das 29 voltas, em 47.18,646 minutos, ao alemão Jonas Folger (Kalex), que ficou a escassos 0,059 segundos do campeão do mundo, enquanto o espanhol Julián Simón (Speed Up) ficou no terceiro lugar, a 20,433 do francês, numa corrida concluída por 15 pilotos, fruto de 19 quedas.

Miguel Oliveira, que tinha pontuado nos últimos quatro Grandes Prémios, ‘caiu’ dois lugares na classificação do Mundial, ocupando agora o 17.º posto, com 24 pontos. Zarco isolou-se na liderança com 151, mais 25 do que o espanhol Alex Rins (Kalex), que também caiu a duas voltas do fim, e mais 30 do que o britânico Sam Lowes (Kalex).

Em Moto3, o malaio Khairul Idham Pawi (Honda) saiu vencedor da corrida, igualmente disputada sob chuva, à frente dos italianos Andrea Locatelli (KTM) e Enea Bastianini (Honda), segundo e terceiros na Alemanha, respetivamente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.