O Marc Marquez (Honda) fez hoje o melhor tempo das qualificações de MotoGP do Grande Prémio da República Checa, onde pode fazer o pleno de 11 vitórias em outras tantas provas do Mundial de motociclismo de velocidade.

O campeão em título, vencedor das 10 corridas já disputadas, conquistou em Brno a nona "pole" da temporada e vai largar da primeira fila ao lado dos italianos Andrea Dovizioso e Andrea Iannone, ambos em Ducati. O britânico Bradley Smith (Yamaha) e os espanhóis Dani Pedrosa (Honda) e Jorge Lorenzo (Yamaha) compõem a segunda fila.

Se alcançar o 11.º triunfo no domingo, Marc Marquez, de apenas 21 anos, vai estabelecer um recorde na categoria rainha, batendo o italiano Giacomo Agostini, que conseguiu dez vitórias seguidas numa só época por três vezes (1968, 1969 e 1970).

"Honestamente, o mais importante amanhã é estar no pódio", disse Marquez, antevendo uma corrida difícil. "Estou confiante, mas espero que Dani [Pedrosa] esteja muito forte amanhã, tal como Valentino [Rossi] e Jorge [Lorenzo]", sublinhou.

Vencedor em Brno em MotoGP (2013) e Moto2 (2012), Marquez comanda o Mundial com 250 pontos e com uma confortável vantagem de 89 sobre o seu colega e compatriota Dani Pedrosa. A terceira posição, com 157 pontos, pertence ao veterano Rossi, vencedor em cinco ocasiões do circuito checo e que hoje não foi além do sétimo tempo.

"Il Dottore", sete vezes campeão do mundo na principal categoria, que está ligeiramente magoado num dedo da mão esquerda, vai partir da terceira linha, ao lado do alemão Stefan Bradl (Honda) e do espanhol Pol Espargaro (Yamaha).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.