O italiano Alessandro Zanardi, antigo piloto de Fórmula 1 e quatro vezes medalha de ouro em Jogos Paralímpicos, já mostra "sinais de interação", após o acidente sofrido em 19 de junho, notaram hoje os médicos que o acompanham.

O italiano de 53 anos "responde com sinais transientes e sinais iniciais de interação com o ambiente que o rodeia" a estímulos visuais e acústicos, pode ler-se num comunicado da equipa médica do Hospital San Raffaele, em Milão.

Apesar deste "progresso significativo, é demasiado cedo para fazer um prognóstico, dada a persistência de um quadro clínico global complexo".

No mesmo dia do acidente numa prova de exibição, em 19 de junho, Zanardi foi submetido a uma delicada operação de neurocirurgia no hospital Le Scotte, em Siena, que durou três horas. Em julho, voltou a ser operado para tratar algumas complicações tardias derivadas da lesão na cabeça.

O antigo piloto competiu em Fórmula 1 desde 1991 a 1994, e em 1999, pelas equipas Jordan, Lotus, Minardi e Williams, mas em 2001, na Fórmula Indy, teve um acidente que obrigou a amputação de ambas as pernas, acima do joelho, e a mudar de vida.

Depois do acidente na Fórmula Indy, 'Alex', como é conhecido em Itália, prosseguiu a carreira de piloto no WTCC e nas provas de Resistência, com um carro adaptado, antes de se dedicar ao paraciclismo, que o levou a conquistar quatro medalhas de ouro paralímpicas e 12 títulos mundiais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.