O português Miguel Oliveira (KTM) assumiu que fez "a corrida perfeita", que lhe valeu a vitória no Grande Prémio da Catalunha de MotoGP, sétima prova do Campeonato do Mundo, em Barcelona.

Em declarações após cortar a meta, na zona mista do pódio da corrida espanhola, o piloto de Almada disse que esta foi “uma das melhores corridas” da sua carreira.

"O Fábio [Quartararo, da Yamaha] pressionou-me durante tantas voltas e acabou por ultrapassar, mas mantive a calma e voltei a ultrapassá-lo. Foi a corrida perfeita", frisou Oliveira.

O piloto português agradeceu aos mecânicos e engenheiros da KTM, que lhe proporcionaram “uma mota fantástica para estar no topo do pódio”.

Oliveira bateu o francês Johann Zarco (Ducati) por 0,175 segundos, com o australiano Jack Miller (Ducati) a terminar na terceira posição, a 1,990s do português.

Esta é a terceira vitória do piloto de Almada no Mundial de MotoGP, depois de ter vencido os grandes prémios da Estíria e de Portugal, em 2020.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.