O piloto português Miguel Oliveira (KTM) começou o Mundial de MotoGP com um 13.º lugar na prova de abertura, o Grande Prémio do Qatar, que foi ganho pelo espanhol Maverick Viñales (Yamaha).

Oliveira, que arrancou da 15.ª posição, terminou a 11,457 segundos do vencedor, com o francês Johann Zarco (Ducati) em segundo, a 1,092 segundos, e o italiano Francesco Bagnaia (Ducati), em terceiro, a 1,129 segundos de Viñales.

A corrida até começou com o domínio das Ducati. Graças à sua maior velocidade de ponta, o construtor italiano colocou quatro motas nas quatro primeiras posições logo após o arranque.

No entanto, com o decorrer das voltas, as motas da Ducati começaram a sentir dificuldades na gestão dos pneus e alguns dos seus pilotos começaram a perder posições, nomeadamente o australiano Jack Miller, que partiu como favorito e terminou no nono lugar.

Miguel Oliveira, que arrancou de 15.º, já era 11.º no final da primeira volta. O piloto português viria a chegar à décima posição a 15 voltas do fim.

Contudo, a areia do deserto que acaba por ser levada para o asfalto pelo vento teve um efeito abrasivo nos pneus e o piloto de Almada começou a perder posições a sete voltas do final, acabando em 13.º depois de ultrapassado pelo italiano Valentino Rossi (Yamaha) na última volta.

Na frente, a corrida decidiu-se a oito voltas do fim, quando Viñales ultrapassou Francesco Bagnaia, que partiu da ‘pole position’.

O campeão Joan Mir (Suzuki) ainda chegou ao segundo lugar vindo do décimo lugar da grelha de partida, mas perderia duas posições para duas Ducati já em cima da linha de meta.

Com este resultado, o piloto português está na 13.ª posição do campeonato, com três pontos, a 22 de Viñales, que lidera.

O Mundial de MotoGP regressa na próxima semana, com o GP de Doha, no mesmo circuito de Losail, no Qatar, que antecede o GP de Portugal, em 18 de abril.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.