O piloto português Miguel Oliveira (KTM) melhorou este sábado oito décimos de segundo após o segundo dos três dias de testes de pré-temporada de MotoGP, que se realizam no circuito malaio de Sepang.

Miguel Oliveira gastou 1.59,365 minutos na melhor volta do dia - a 10.ª das 42 que realizou -, ficando na 16.ª posição entre os pilotos do Mundial de motociclismo de velocidade, a 793 milésimos do mais rápido, o francês Fabio Quartararo (Yamaha).

"Fizemos uma volta rápida de manhã bastante boa. Depois, continuámos a trabalhar durante o dia em diferentes afinações, no amortecedor de trás e na suspensão. Demos um grande passo naquilo que foi o nosso ritmo de volta. Estamos muito mais rápidos do que antes", comentou o piloto de Almada, que terminou a apenas 23 milésimos do 15.º, o italiano Andrea Dovizioso (Ducati).

O novo quadro (chassis) híbrido da KTM (mais parecido com o das rivais do que o tradicional quadro de treliça em aço que a marca austríaca utilizava em vez de uma dupla trave em alumínio) parece ter melhorado as prestações das RC16.

Prova disso foi o terceiro lugar do espanhol Dani Pedrosa, piloto de testes da KTM, que realizou a melhor volta já no final da sessão, em 1.58,662 minutos, uma melhoria que também tem sido sentida pelo piloto português da KTM.

"A diferença entre uma volta rápida e o ritmo de corrida já não é tão grande como no ano passado. É um dos objetivos para esta temporada. Por isso, estou contente com o trabalho de hoje", concluiu Oliveira.

A primeira bateria de testes oficiais de pré-temporada de MotoGP termina no domingo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.