O piloto português Miguel Ramos (Ferrari 488) terminou hoje na quinta posição o International GT Open, apesar de não ter pontuado na última das sete etapas, disputada este fim de semana em Barcelona.

Miguel Ramos, somou 90 pontos, os mesmos do dinamarquês Mikkel Mac, enquanto Lourenço Beirão da Veiga e António Félix da Costa, foram sétimo e 12.º da geral, com 70 e 41 pontos, respetivamente.

Hoje, em Barcelona, Lourenço Beirão da Veiga e Félix da Costa, que partilharam o BMW M6 G3, terminaram a segunda corrida do fim de semana em segundo lugar, depois de terem saído da ‘pole positon’ e de terem liderado toda a prova.

Segundo a assessoria de imprensa dos dois pilotos, pouco antes do final, Lourenço Beirão de Veiga recebeu ordem da equipa para deixar passar o outro BMW da Teo Martin, pilotado por Victor Bouveng e Fran Rueda, que com o segundo lugar conseguiria sagrar-se campeão.

O BMW de Fran Rueda/Victor Bouveng acabou por se envolver num toque com outro carro e falhar o título, conquistado pelo italiano Giovanni Venturini, que somou 114 pontos, mais oito que Rueda, que foi segundo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.