O piloto belga Thierry Neuville (Hyundai i20 WRC) ganhou hoje a sexta especial cronometrada do Rali de Portugal, num troço em Ourique em que o líder da geral, o francês Sebastien Ogier, perdeu tempo para os perseguidores.

O belga, vice-campeão do Mundo, cumpriu a sexta classificativa (a segunda passagem hoje pelo troço de Ourique) em 12.10,4 minutos, meio segundo mais rápido do que o finlandês Mikko Hirvonen (Ford Fiesta RS WRC). O estónio Ott Tanak ficou em terceiro, a 1,1 segundos do mais rápido, enquanto o espanhol Dani Sordo (Hyundai) fez mais 1,9 segundos.

Já o líder do Rali, Sebastien Ogier (Volkswagen Polo-R WRC) fez o quinto tempo, 3,1 segundos mais lento do que Neuville e perdendo tempo para Hirvonnen.

"As condições da estrada adequaram-se perfeitamente à minha escolha de pneus [pneus macios] e 'apertei' bastante", disse Neuville no final do troço. Algumas secções do troço de Ourique ainda estavam molhadas na parte da tarde, o que em teoria protege mais os pneus macios, mas a estrada está mais seca do que na manhã e ainda falta correr a classificativa de Almodôvar.

Ao chegar ao fim da especial, Ogier já previa o que iria acontecer no final do troço: "Agora começa a pressão. Os pilotos lá atrás, com pneus macios, deverão ser mais rápidos. Não foi fácil para os meus pneus duros", disse o líder do campeonato do Mundo e vencedor do Rali de Portugal no ano passado.

Na geral, o quinto tempo de Ogier na classificativa foi ainda assim suficiente para conservar a liderança, mas com a vantagem que tinha a cair para metade. O francês mantém agora 2,4 segundos de vantagem sobre o finlandês Mikko Hirvonen (Ford Fiesta RS WRC) e 4,4 segundos para o estónio Ott Tanak (Ford Fiesta RS WRC).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.