O alemão Nico Rosberg (Mercedes) conseguiu este sábado o “baptismo” em “pole-positions” na Fórmula 1 e vai partir do primeiro lugar para o Grande Prémio da China, que se disputa domingo no circuito de Xangai, na terceira prova do Mundial.

O piloto germânico, a cumprir a sétima temporada no “circo”, foi o mais rápido na última sessão de qualificações, um feito que consegue no terceiro ano que defende as “cores” da Mercedes.

Rosberg, que tem como melhor currículo cinco pódios em 110 corridas, marcou o tempo de 1.35,626 minutos, à frente do britânico Lewis Hamilton, que, apesar de ter sido cronometrado com o segundo tempo, partirá do sétimo lugar, uma penalização por ter mudado de caixa de velocidades.

«Sentia-me bem e tinha a sensação que algo de bom ia acontecer. Foi fantástico e sinto-me muito feliz. Isto mostra que a equipa está evoluir. Ainda não estamos onde queremos, mas continuamos a avançar», afirmou o piloto germânico no final da qualificação.

Nas duas primeiras corridas do Mundial, na Austrália e na Malásia, Rosberg foi o sétimo mais rápido das qualificações, terminando no 12.º e 13.º lugares, respetivamente.

Em Xangai, o “pódio da pole” será formado por Rosberg, o compatriota, companheiro de equipa e sete vezes campeão mundial Michael Schumacher e o japonês Kamui Kobayashi (Sauber).

Uma das supresas do dia foi protagonizada, pela negativa, por outro alemão, o bicampeão mundial Sebastien Vettel (Red Bull), que foi eliminado na segunda sessão e partirá domingo na 11.ª posição.

Veja aqui o calendário e os resultados

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.