O francês Sebastian Ogier (Volkswagen) arrecadou este sábado a liderança do Rali da Sardenha, sexta prova do mundial, ao aproveitar da melhor forma os problemas do neozelandês Heyden Paddon (Hyundai).

Depois de um início menos bom, o bicampeão mundial deu continuidade ao bom andamento registado na sexta-feira, chegando à liderança da prova no terceiro dia de competição, anulando os 8,8 segundos de desvantagem para Paddon, que hoje teve um dia para ‘esquecer’.

O francês segue agora com uns confortáveis 2.13 minutos de vantagem sobre o neozelandês.

O anterior líder conservou o comando até à antepenúltima ‘especial’ do dia, mas um peão fê-lo perder cerca de 20 segundos para o francês. Na penúltimo troço, e com Ogier já na liderança, foi a caixa de velocidades a ‘tramar’ o neozelandês, perdendo mais 14 segundos para o gaulês.

Os problemas mecânicos fizeram-se também notar no Volkswagen de Jari-Matti Latvala. Quando o finlandês se preparava para atacar o terceiro posto, o amortecedor traseiro do lado esquerdo partiu-se, perdendo cerca de 2.30 minutos e dois lugares na geral. Segue agora em sexto.

Assim, mais confortável no lugar mais baixo do pódio ficou o norueguês Mads Ostberg (Citroen), que segue a 3.25 minutos da liderança.

No domingo, disputam-se as quatro últimas especiais do rali, com destaque para a ‘power stage’ de Cala Flumini, que encerra a prova italiana.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.