Paulo Gonçalves terminou na segunda posição do Rali do Qatar, segunda prova do Mundial de todo-o-terreno, ganha pelo francês Marc Coma.

A última etapa foi ganha por Chaleco López, numa especial em que Paulo Gonçalves conseguiu o terceiro tempo.

O português começou o último dia de corrida a 2m04s de Marc Coma, terminando a prova lado a lado, após 286 quilómetros de especial.

Ao todo foram quatro dias de corrida, 14 horas de disputa ao cronómetro e 1600 quilómetros de especiais.

«Estou muito contente com este resultado, foi uma corrida difícil e equilibrada. Parabéns para ele. Mostrámos que a Speedbrain 450 Rally é capaz de vencer e ser competitiva em todo o tipo de terreno. Terminar a corrida sem erros de navegação e problemas mecânicos é muito bom, e a confirmação do nosso grande trabalho», afirmou o piloto português.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.