O piloto finlandês Kimi Raikkonen, quarto classificado no Campeonato do Mundo de Fórmula 1, prolongou o contrato com a Ferrari até 2017, anunciou hoje a escuderia italiana.

A Ferrari, que ocupa o segundo lugar no Mundial de construtores, muito atrás da líder Mercedes, vai manter a dupla de pilotos para o próximo ano, uma vez que o alemão Sebastian Vettel, terceiro classificado do campeonato, também se mantém na equipa.

“Sempre disse que não continuaria se não estivesse motivado ou sentisse que não seria capaz de dar 100%. Há 10 anos disse que a Ferrari seria a minha última equipa e ainda penso assim”, assinalou Raikkonen, de 36 anos.

O finlandês, que se sagrou campeão mundial de F1 em 2007, interrompeu a carreira de piloto durante dois anos, em 2010 e 2011, tendo regressado em 2012 à disciplina rainha do desporto automóvel, para a Lotus, antes de ingressar na Ferrari, em 2014, pela qual não venceu ainda qualquer corrida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.