Ricardo Moura (Ford Fiesta R5), está na frente do Rali Serras de Fafe, no final do primeiro dia da prova de abertura do Campeonato Nacional de Ralis.

O piloto açoriano, que em 2015 venceu o Serras de Fafe, dominou a dupla passagem pela especial do Confurco, ‘mítico’ local nos ralis em Portugal, que se voltou a encher de público para assistir ao domínio de Ricardo Moura, o mais rápido entre a ‘armada’ Fiesta, dando assim vantagem à Ford sobre Skoda e Citroen, as outras duas marcas que apresentam modelos R5 em Fafe.

Miguel Campos, a estrear em Fafe o seu novo Skoda Fabia R5, fechou o primeiro dia no segundo lugar, a 13,8 segundos do líder, enquanto José Pedro Fontes (Citroen DS3 R5), que defende o título de campeão conquistado no ano passado, não foi além do terceiro melhor tempo, a 15,4 segundos do açoriano.

Na quarta posição está Pedro Meireles (Skoda Fabia R5), a 29,4 segundos, enquanto o regressado Fernando Peres (Ford Fiesta R5) fecha o ‘top 5’, com 43,2 segundos de diferença para Ricardo Moura.

Os cinco da frente são todos pilotos que já sabem o que é ser campeão nacional, casos de Ricardo Moura (2011, 2012 e 2013), Miguel Campos (2002), José Pedro Fontes (2015), Pedro Meireles (2014) e Fernando Peres (1994, 1995 e 1996).

No sábado, há mais oito classificativas para cumprir, com dupla passagem por Luilhas, e ainda uma primeira passagem em Montim e Lameirinha, durante a secção da manhã, e de tarde dupla ronda em Montim, e pelo meio novas passagens por Luilhas e Lameirinha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.