O piloto da McLaren, Jeson Button, assumiu que a época não está a correr de feição à escuderia britânica mas tem grandes expectativas para a próxima etapa do calendário no circuito de Silverstone em Inglaterra.

Com um saldo negativo após sete corridas disputadas, o melhor que a McLaren conseguiu obter foi um quinto lugar no GP da China, Jeson Button acredita que “em casa” com o apoio dos adeptos os resultados positivos vão aparecer.

«Existem muitas coisas que um piloto precisa de ter para ser bom aqui [em Silverstone], mas ele também precisa trabalhar com uma boa equipa e ter um bom carro. Para nós, este GP será com certeza difícil, mas acredito que estaremos fortes comparados com as etapas anteriores porque é um circuito rápido. Na parte da aerodinâmica estamos bem, o nosso problema é mesmo a qualidade do carro», começou por dizer Jenson Button na antevisão do GP da Grã-Bretanha.

«Apesar de atravessarmos tempos difíceis, ainda adoro vir a Silverstone devido ao apoio que recebo da multidão. Lembro-me particularmente de uma época, em 2008, quando estávamos muito mal [com a Honda] e mesmo assim recebi um enorme apoio, o que foi muito bom e ajudou-me para o resto da temporada», acrescentou.

«Estou ansioso pelo início da prova e espero ver a casa lotada. Vamos lutar e fazer o melhor que pudermos. Será difícil conseguir um pódio, mas o mais importante para nós é extrair o máximo do que temos. Com sorte, isso será o necessário para os fãs que nos têm apoiado imenso», sentenciou o piloto.

Na classificação do Mundial de Construtores, a McLaren encontra-se na sexta posição, com 37 pontos. Entre os pilotos, Jenson Button está em 10º, com 25 pontos, 13 pontos à frente de seu companheiro de equipa Sergio Pérez, 12.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.