Feitas as contas do primeiro fim de semana de MotoGP da época 2012/2013, um dado óbvio salta à vista: os vencedores das três categorias falam a língua de Cervantes e fazem cada vez mais da Espanha uma potência mundial da velocidade.

Na categoria rainha, Jorge Lorenzo impôs-se às Honda de Stoner e Pedrosa e somou os primeiros 25pontos da temporada.

Em Moto2, Marc Marquez foi o mais forte no duelo de Losail, e em Moto3 (onde Miguel Oliveira foi quinto classificado), Maverick Viñales ocupou o lugar mais alto do pódio e confirmou-se como um dos principais candidatos ao título.

Feitas as contas, total domínio espanhol no Circuito Internacional de Losail. Nunca antes, num início de um mundial, os espanhóis haviam conseguido um pleno de vitórias. E olhando às estatísticas, esta pode apenas ter sido uma de muitas vitórias espanholas esta época, já que, em 2011, quem ganhou no Qatar acabou campeão mundial.

A armada espanhola parece assim ameaçar o domínio italiano no mundial de velocidade com uma nova e prometedora geração de pilotos.

Recorde-se que haviam sido os italianos os últimos a conseguir um triplete na prova inaugural do Mundial: em 1996, Stefano Perugini, em 125cc, Max Biaggi, e 250cc, e Luca Cadalora, em 500cc, foram os nomes que subiram ao pódio.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.