O árbitro de ténis português Daniel Zeferino foi hoje irradiado por “múltiplos abusos” na manipulação de resultados, anunciou hoje a Federação Internacional de Ténis (ITF).

A Agência Internacional de Integridade do Ténis (ITIA) fez notar que Zeferino “manipulou as pontuações inseridas no seu dispositivo eletrónico de pontuação durante um evento ITF M15 em 2020”, beneficiando deste modo os apostadores que tinham aplicado significativas quantias de dinheiro nos jogos em causa.

“Tendo em conta a gravidade dos múltiplos abusos que Zeferino tomou tirando partido da sua posição como árbitro de cadeira, o AHO [juiz anti-corrupção] decidiu que Zeferino deveria ser removido do desporto de forma permanente”, refere a ITIA, em comunicado.

De acordo com o organismo, Daniel Zeferino "admitiu a sua conduta" e não contestou as acusações.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.