A australiana Ashleigh Barty assegurou a liderança do ‘ranking’ mundial de ténis feminino, apesar de ter perdido hoje frente à holandesa Kiki Bertens, que substituiu a japonesa Naomi Osaka, nas WTA Finals, em Shenzhen, na China.

Bertens, 10.ª da hierarquia, impôs-se por 3-6, 6-3 e 6-4, em duas horas e 10 minutos, no seu segundo jogo no ‘grupo vermelho’, depois do triunfo frente à suíça Belinda Bencic, sétima da hierarquia, no domingo.

Este foi o primeiro triunfo da holandesa frente à australiana, em cinco jogos.

Apesar da derrota, Barty assegurou que vai terminar 2019 no topo da hierarquia, tornando-se na primeira australiana a consegui-lo.

Só Karolina Pliskova e Osaka poderiam destronar Barty, necessitando de conquistar o torneio e vencer todos os jogos, mas a japonesa desistiu devido a lesão e a checa perdeu frente à ucraniana Elena Svitolina, na sua estreia no ‘grupo roxo’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.