O tenista português Nuno Borges diz estar “no topo da felicidade” com o título alcançado no challenger de Phoenix, o mais importante da carreira, após a vitória na final diante o russo Alexander Schevchenko, em três ‘sets’.

“Num momento como este realmente não sei que diga. Nunca na vida pensei que fosse ganhar este torneio. Aliás, meti no calendário este torneio muito competitivo para usufruir da experiência. Claro que sempre que entro em campo é para ganhar, mas daí pensar que saí com o troféu na mão não me passou pela cabeça, de todo. Estou no topo do topo da felicidade”, confessou em declarações à Lusa o jovem, que hoje atingiu o seu melhor ranking ATP de sempre, ao ocupar o 68.º lugar.

O maiato, de 26 anos, entrou em ‘court’ mais tenso que o adversário russo (132.º ATP), mas conseguiu dar a volta ao encontro, após ceder o primeiro set, e conquistou o seu segundo troféu da época, após o triunfo no challenger de Monterrey, em três partidas, pelos parciais de 4-6, 6-2 e 6-1.

“Sabia que estava melhor a nível físico e acreditei até ao fim que, se continuasse a insistir e a acreditar, alguma coisa haveria de pingar. E foi mesmo isso que aconteceu. Não joguei melhor ténis do que o meu adversário, mas aguentei-me melhor fisicamente e, às vezes, as finais são mesmo assim. E o facto de me sentir tão bem fisicamente ajudou-me não só na final, como na meia-final, porque senti que foi o fator chave para sair por cima”, explicou.

Graças ao quarto título ‘challenger’ da carreira – o segundo da categoria 125 –, depois dos títulos em Antalya (categoria 50), Barletta (80) e Monterrey (125) no final de fevereiro, o número um português diz estar a “viver o sonho.”

“Monterrey e Phoenix foram duas boas surpresas para mim. Os meus maiores títulos em semanas tão próximas, nunca pensei. Não poderia estar mais contente e orgulhoso do que tenho vindo a fazer. Tenho hoje um encontro em Miami, mas assim que conseguir vou tentar desfrutar ao máximo. Foi uma semana de sonho. Um grande torneio, com um elenco incrível, um clube fantástico e uma grande semana de ténis”, acrescentou.

Nuno Borges defronta já hoje, por volta das 20:30 horas em Portugal Continental, o norte-americano Steve Johnson (137.º ATP) na primeira ronda da fase de qualificação do Masters 1.000 de Miami.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.