Vencedora de 30 títulos no WTA Tour, circuito mundial feminino de ténis, Caroline Wozniacki, antiga Nº1 do ranking mundial, avançou esta sexta-feira a intenção de terminar a sua carreira profissional em janeiro, na edição de do Autralia Open, em Melbourne, primeiro Grand Slam da temporada.

Num post emocionado, a tenista de apenas 29 anos, uma das mais populares e tituladas da sua geração, explicou que tem prioridades novas para a sua vida nos próximos anos, entre as quais fazer crescer a sua família e viajar pelo Mundo para passar a mensagem do combate à sua doença — artrite reumatóide –, e deixou ainda uma mensagem de reconhecimento aos fãs que com ela percorreram esta caminhada.

A tenista de 29 anos comunicou este 'adeus' aos courts num emocionado post na sua conta no Instagram, onde explica as suas razões. "Sou tenista profissional desde os 15 anos de idade e ganhei mais em court do que alguma vez podia ter sonhado. Sempre disse a mim mesma que, quando chegasse uma altura em que existissem coisas que quisesse fazer mais do que jogar ténis, então era tempo de parar. Nos últimos meses percebi que há mais coisas na vida que quero alcançar fora do court.", escreveu a tenista dinamaquesa. "É por isso que estou a anunciar que me vou retirar do ténis profissional depois do Open da Austrália, em janeiro", concluiu.

Ao longo da sua carreira de quase 15 anos como tenista profissional, Wozniacki conquistou 30 títulos individuais WTA, foi número 1 do mundo durante 71 semanas, triunfou nas WTA Finals em 2017 e conquistou uma prova do Grand Slam, precisamente o Open da Austrália, em 2018.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.