Conchita Martínez é a nova ‘capitã’ da seleção espanhola da Taça Davis, anunciou hoje a Federação espanhola de ténis (RFET), que especificou que a antiga jogadora ocupará o cargo até ao final da temporada.

“A RFET procurou a melhor solução para enfrentar o complicado desafio que o nosso país enfrentará em poucos dias e constatou que na sua estrutura contava já com uma profissional que goza do respeito e consideração dos tenistas e cuja trajetória desportiva comprova a sua capacidade para esta responsabilidade”, destaca a nota da entidade.

Conchita Martínez, que também é treinadora da seleção feminina, já falou com os jogadores espanhóis e dará a conhecer, na próxima terça-feira, o quarteto eleito para enfrentar a Rússia, entre 17 e 19 de julho, na eliminatória de subida ao Grupo Mundial da Taça Davis.

A nomeação da campeã de Wimbledon em 1994 culmina meses de polémica que abriram uma grave crise no ténis espanhol, após a nomeação de Gala León pelo então presidente Jose Luis Escañuela, que se demitiu do seu cargo na quinta-feira.

Apenas 24 horas depois de ser eleito, o novo mandatário da RFET, Fernando Fernández Ladreda, destituiu do cargo León, que não chegou a dirigir a seleção em qualquer eliminatória, mas enfrentou a oposição dos jogadores espanhóis, Rafael Nadal à cabeça.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.