Depois de uma receção calorosa no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, o presidente da Câmara de Guimarães António Guimarães, o presidente do Vitória SC Júlio Mendes e o vereador do Desporto Amadeu Portilha.
O Salão Nobre dos Paços do Concelho foi pequeno para receber o tenista João Sousa e os que quiseram acompanhá-lo nesta homenagem.
O tenista de Guimarães, que no passado domingo conquistou o torneio ATP250 de Kuala Lumpur, na Malásia, emocionou-se com as palavras ditas pelos representantes da câmara e do clube da cidade e não conseguiu conter as lágrimas no momento do discurso.
«Sinto-me muito orgulhoso e ver as pessoas aqui. Não estava à espera emocionei-me. Estou muito contente de ter feito as pessoas felizes. É uma fase muito bonita da minha carreira, sou humilde o suficiente para saber que há muito trabalho a fazer», disse, esta terça-feira João Sousa aos jornalistas presentes na cidade-berço.
O atleta de 24 anos foi “condecorado” com uma estátua do Rei D. Afonso Henriques, assim como um cachecol único, com a palavra “Conquistador”- sendo este um exemplar único, oferecido por Júlio Mendes.
« Já me chamaram muitas palavras mas ouvir a palavra conquistador emociona-me muito. É uma palavra que me recorda a minha terra quando estou lá fora. É muito bonito ver que, quando volto, as pessoas me apoiam», disse João Sousa.
Os pais do atleta, Adelaide e Marinho Sousa, estiveram na primeira fila e, também eles, não conseguiram conter a emoção ao ouvirem as palavras dirigidas ao seu filho.
O tenista de Guimarães revelou que agora irá descansar uns dias, aproveitar o tempo para estar com família e amigos na cidade minhota, para logo depois participar nos torneios ATP de Moscovo (250 pontos), Valência (500) e Paris-Bercy (1000).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.