A organização do Estoril Open lembrou hoje que a suspensão do circuito internacional de ténis, durante as próximas seis semanas, devido ao Covid-19, não abrange o ATP 250 português, que está previsto para o Clube de Ténis do Estoril.

"No contexto da propagação global do vírus Covid-19, o ATP anunciou hoje a suspensão do circuito durante seis semanas por razões de segurança e saúde pública. Esta suspensão termina na semana de 20 de abril pelo que não abrange, para já, o Millennium Estoril Open", refere a 3Love, responsável pela organização da prova.

Apesar do Estoril Open estar previsto decorrer entre 27 de abril e 5 de maio, com o ‘qualifying' agendado para os dias 25 e 26 de abril, o comunicado refere que os responsáveis pelo evento estão atentos à evolução da pandemia, que poderá obrigar a serem tomadas outras medidas.

"A organização tem estado em comunicação constante com o ATP, bem como com as entidades governamentais e de saúde pública para aferir a viabilidade do Millennium Estoril Open no final de abril. É do conhecimento público que se trata de uma situação extremamente volátil e de evolução rápida pelo que a prioridade da organização é a defesa da saúde e segurança de todos, público, staff, parceiros e jogadores", sublinha o comunicado.

A Associação de Tenistas Profissionais (ATP) anunciou hoje a suspensão por um período de seis semanas de todos os torneios dos circuitos principal e ‘challenger’, devido à pandemia do coronavírus Covid-19.

A suspensão mantém-se até 26 de abril, um dia antes do início do Estoril Open, cujo 'qualifying' começa em 25 de abril.

No comunicado hoje divulgado, a ATP indica que serão cancelados sete torneios, entre os quais o Masters de Indian Wells, não fazendo qualquer referência ao torneio português.

Entre os torneios cancelados estão três Masters 1000 (Indian Wells, Miami e Monte Carlo), um ATP 500 (Barcelona) e três ATP 250 (Houston, Marraquexe e Hungria).

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.600 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

O número de infetados ultrapassou as 125 mil pessoas, com casos registados em cerca de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 78 casos confirmados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.