O sérvio Novak Djokovic e o suíço Roger Federer, primeiro e terceiro cabeças de série, marcaram hoje encontro nas meias-finais do Open da Austrália em ténis, passando sem grande oposição pelos ‘quartos’ do primeiro ‘Grand Slam’ de 2016.

Djokovic, campeão em exercício e líder do ‘ranking’ mundial, manteve-se firme na rota do sexto título em Melbourne, ao bater o japonês Kei Nishikori, sétimo pré-designado, em três ‘sets’ sem história, por 6-3, 6-2 e 6-4.

Federer, recordista de títulos do ‘Grand Slam’, com 17 troféus, também só encontrou alguma oposição por parte do checo Tomas Berdych, sexto favorito, no primeiro parcial, decidido por 7-4 no ‘tie-break’ a favor do suíço, que depois se impôs nos dois ‘sets’ seguintes por categóricos 6-2 e 6-4.

O próximo embate no torneio australiano, o 45.º entre Djokovic e Federer, servirá para desempatar o confronto direto entre dois dos três grandes dominadores do ténis mundial da última década, em conjunto com o espanhol Rafael Nadal, que detêm 22 triunfos cada.

O sérvio desforrou-se da derrota sofrida frente a Nishikori nas meias-finais do Open dos Estados Unidos, em 2014, e aumentou para 19 o número de vitórias consecutivas em ‘majors’, nos quais não perde desde a final de Roland Garros do ano passado, concedida ao suíço Stan Wawrinka.

“É sempre um grande desafio defrontar Roger. É um grande campeão, tenho o máximo respeito por ele e tenho a certeza de que disputaremos um bom encontro”, observou Djokovic, vencedor de 10 títulos do ‘Grand Slam’, metade dos quais na Austrália.

Com 34 anos, mais seis do que Djokovic, Federer manteve-se na corrida pelo quinto título em Melbourne, atingindo pela 12.ª vez as meias-finais da prova australiana em 13 anos, a 39.ª da carreira - mais 10 do que o sérvio, que atinge a ‘antecâmara’ da final na Austrália pela sexta vez.

No setor feminino, a norte-americana Serena Williams, primeira cabeça de série e líder do ‘ranking’ mundial, bateu sem dificuldade nos quartos de final a russa Maria Sharapova, quinta pré-designada, em dois curtos ‘sets’, por 6-4 e 6-1.

A campeã em título, que procura conquistar o sétimo troféu em Melbourne e bateu a russa pela 18.ª vez consecutiva, vai defrontar nas meias-finais a polaca Agnieszka Radwanska, quarta favorita, que hoje ‘despachou’ a espanhola Carla Suarez, 10.ª cabeça de série, por 6-1 e 6-3.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.