O sérvio Novak Djokovic, antigo líder do ‘ranking’ mundial de ténis e atual 12.º, anunciou hoje a sua ausência do torneio de Doha, que venceu em 2016 e 2017, devido à persistência de uma lesão no cotovelo.

“A situação permanece inalterada desde sexta-feira [dia em que abdicou do torneio de Abu Dhabi], eu continuo com dores no cotovelo, por isso terei de desistir”, revelou Djokovic, em comunicado.

O sérvio, de 30 anos, terminou prematuramente a temporada de 2017, em julho, devido à lesão no cotovelo direito e acrescentou que só vai regressar à competição quando estiver a 100%.

“Espero que isso aconteça em breve”, frisou Djokovic, sem esclarecer se poderá disputar o Open da Austrália, primeiro Grand Slam da temporada, entre 15 e 28 de janeiro de 2018.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.