Serena Williams está de volta. A antiga número 1 do ranking ATP, que não joga desde abril de 2017 e que deu à luz sua primeira filha em setembro, está oficialmente inscrita para disputar o Open da Austrália, que decorre entre 15 a 28 de janeiro 2018.

"Somos um torneio para famílias. Muitos campeões, como Roger Federer, vêm aqui com os seus filhos e estamos muito otimistas com o regresso de Serena", comemorou o diretor do torneio, Craig Tiley.

No quadro masculino, o top 100 da ATP está integralmente inscrito, com os regressos do sérvio Novak Djokovic, do britânico Andy Murray, do suíço Stan Wawrinka e do japonês Kei Nishikori, ausentes por vários meses durante a última temporada devido a lesões.

No feminino, 98 das 100 primeiras colocadas do ranking WTA confirmaram presença. As únicas exceções são a russa Svetlana Kuznestova (número 12), que operou recentemente o pulso, e a chinesa Zheng Saisai (número 94), lesionada no joelho direito.

Serena Williams é a atual detentora do título em Melbourne e ocupava o primeiro lugar do ranking até se ausentar para o nascimento da sua filha. Atualmente, a norte-americana ocupa a 22ª posição.

"Estamos impacientes para marcar o regresso da nova mamã Serena, que tentará igualar o recorde de títulos de Grand Slam, 24, pertencente à australiana Margaret Court", completou Tiley.

Serena, que conquistou pela sétima vez o principal torneio de ténis australiano em janeiro, quando estava grávida, deu à luz em 1 de setembro a pequena Alexis Olympia e casou-se em 15 de novembro com Alexis Ohanian, 34 anos, fundador do site Reddit.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.