Gastão Elias perdeu na final do “challenger” de Belo Horizonte, mas o tenista de 20 anos garantiu que vai ocupar a sua melhor classificação de sempre no “ranking” que será publicado amanhã. Ao disputar o derradeiro encontro do torneio dotado com 36 mil euros de “prize-money”, Elias (268.º mundial) angariou 48 pontos, o maior pecúlio que obteve nos últimos 12 meses e que lhe vai permitir-lhe subir cerca de 40 lugares na tabela ATP.
 
Na final do 20.º BH Tennis Open, Elias perdeu com um adversário 12 anos mais experiente, o brasileiro Júlio Silva (184.º), com um duplo 6-4. Na próxima semana, o tenista da Lourinhã vai disputar outro “challenger” no Brasil, em Campinas.
 
Entretanto, na Polónia, Rui Machado está a dois jogos de conquistar o oitavo título da carreira no circuito profissional. A final do Pekao Szczecin Open, entre Machado (80.º) e o francês Éric Prodon (108.º) foi interrompida no terceiro set pela chuva, quando o tenista português vencia, por 2-6, 7-5 e 4-1, e será retomada amanhã, às 10h30 locais.
 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.