O grego Stefanos Tsitsipas deixou bem evidente a sua frustração pela derrota de hoje na meia-final do Estoril Open em ténis contra João Sousa e lamentou os “erros estúpidos” na partida disputada no ‘Court’ Central.

“Fiz erros estúpidos. Não sei porquê e é difícil explicar. Parecia que hoje não conseguia ver bem as linhas e foi duro ver bem o ‘court’. Foi um bom jogo do João Sousa e espero que ele vença o torneio”, afirmou o tenista de 19 anos, que ocupa o 44.º posto do ‘ranking’ mundial.

Depois de ter estado presente na final do torneio de Barcelona na semana anterior, o tenista grego esteve perto de repetir o feito e reconheceu que chegou a ter o encontro “sob controlo”. O desaire acabou por lhe deixar uma “sensação estranha”, mas que não apaga as “boas memórias” da passagem pelo Clube de Ténis do Estoril.

“Ele jogou, no geral, melhor do que eu, embora eu tenha estado mais dominante em alguns pontos, sobretudo no segundo ‘set’. Senti que tinha as coisas sob controlo, mas, de alguma forma, ele conseguiu encontrar algumas falhas no meu jogo e não entendi muito bem o que aconteceu. É uma sensação estranha. Penso que estava a jogar melhor, a ser mais paciente”, resumiu.

Stefanos Tsitsipas irá agora disputar o Masters 1000 de Madrid, garantindo não estar “nem demasiado entusiasmado e nem demasiado triste” para o torneio espanhol, prometendo dar o máximo para voltar a deixar uma impressão positiva. As suas recentes prestações vão assegurar na próxima segunda-feira a entrada no top-40 do ‘ranking’ ATP.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.