A equipa da Europa conquistou hoje o terceiro troféu consecutivo da Laver Cup em ténis, que decorreu em Genebra, ao bater a formação do resto do Mundo, por 13-11, após 12 encontros disputados nos últimos três dias.

O alemão Alexander Zverev ganhou o último encontro frente a Milos Raonic, por 6-4, 3-6 e 10-4, e conseguiu oferecer à equipa da Europa, constituída ainda pelo suíço Roger Federer, o espanhol Rafael Nadal, o austríaco Dominic Thiem, o italiano Fabio Fognini e o grego Stefanos Tsitsipas, a vitória na terceira edição da competição.

"Foi um fim de semana inacreditável. A minha equipa incentivou-me no balneário, antes do ‘match tie-break', a dizer que esta seria a forma de dar a volta à minha época. Sem eles, não teria conseguido. Isto é muito especial, especialmente por jogar à frente deles e por confiarem em mim para o último encontro", confessou o germânico, que há um ano também venceu o último desafio da Laver Cup.

Depois de a formação da Europa ter partido para o último dia da prova em vantagem, por 7-5, os norte-americanos John Isner e Jack Sock bateram Federer e Tsitsipas, no duelo de pares, e Taylor Fritz derrotou Thiem para permitir a recuperação da equipa visitante (11-7), que contou ainda com o canadiano Dennis Shapovalov. Roger Federer venceu Isner e a discussão do troféu ficou adiada para o 12.º e derradeiro encontro.

"A equipa Europa foi espantosa, lutou tanto e jogou tão bem", destacou o suíço e número dois mundial.

A próxima edição da Laver Cup, em 2020, irá decorrer em Boston, nos Estados Unidos, e capitão da equipa Europa, Bjorn Borg, e o capitão da formação do resto do Mundo, John McEnroe, já anunciaram que vão assumir novamente as mesmas funções.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.