O primeiro dia da edição de 2015 de Wimbledon terminou hoje com os favoritos na segunda ronda do torneio, com destaque para os primeiros cabeças de série masculino e feminino, que abriram os respetivos quadros com vitórias confortáveis.

Como manda a tradição, coube ao sérvio número um mundial, e primeiro pré-designado da prova, inaugurar o ‘tapete’ do court central, sobre o qual permaneceu duas horas e dois minutos, tempo que ‘gastou’ para superar o alemão Philipp Kohlschreiber.

Com um triplo 6-4, o sérvio iniciou a defesa do título conquistado em 2014 e iniciou a caminhada rumo a uma eventual terceira vitória no All England Lawn Club. Pela frente tem agora o finlandês Jarko Nieminen, que hoje se impôs em cinco ‘sets’ ao australiano Lleyton Hewitt, que hoje se despediu definitivamente de Wimbledon.

O mesmo destino seguiu o quarto da hierarquia mundial Stanislas Wawrinka, que levou a melhor sobre o português João Sousa por 6-2, 7-5 e 7-6 (7-3), repetindo assim a vitória de 2014, igualmente na primeira ronda.

Quem precisou de cinco partidas foi o número cinco mundial, o japonês Kei Nishikori, que precisou de se aplicar para levar por vencido o italiano Simone Bolelli, 56.º da hierarquia, pelos parciais de 6-3, 6-7 (4-7), 6-2, 3-6 e 6-3, ao cabo de 3:22 horas.

No quadro masculino destaque ainda para a vitória de um dos semifinalistas da edição de 2014, o búlgaro Grigor Dimitrov. O 11.º do ‘ranking’ ultrapassou confortavelmente o argentino Federico Delbonis, por 6-3, 6-0 e 6-4.

No que ao quadro feminino diz respeito, destaque para as vitórias de Venus Williams e Maria Sharapova e para a surpreendente derrota da espanhola Carla Suarez Navarro.

A norte-americana, numero um mundial, impôs-se por 6-4 e 6-1 frente à russa Margarita Gasparyan, enquanto Maria Sharapova, quarta da hierarquia, iniciou a campanha no torneio inglês com uma vitória frente à britânica Johanna Konta, por um duplo 6-2.

A maior surpresa do dia acabou por ser a derrota da espanhola número nove mundial Carla Suarez Navarro, que em menos de uma hora perdeu frente à letã Jelena Ostapenko, 147.ª da hierarquia, por 6-2 e 6-0.

O segundo do torneio decorre na terça-feira, com destaque para a entrada em ação de Roger Federer, Andy Murray, Rafael Nadal, Tomas Berdych, Petra Kvitova e Simona Halep, entre outros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.