O tenista suíço Roger Federer, que não pisava os courts de Monte Carlo desde 2011, avançou esta quarta-feira para os oitavos de final do Masters 1000, fase para a qual também se apuraram com facilidade Stanislas Wawrinka e Rafael Nadal.
Federer, que nos anos anteriores tinha abdicado do torneio monegasco para poupar energia e que este ano só no último momento pediu um convite para o Masters 1000, venceu o tradicionalmente difícil Radek Stepanek por expressivos 6-1 e 6-2.
“Estou surpreso que tenha corrido tão bem. É claramente um bom jogo para inaugurar a minha época na terra batida”, disse o triplo finalista (2006, 2007 e 2008) no Rochedo.
O checo foi eliminado pelo número quatro mundial em apenas 52 minutos, uma derrota tão rápida como a do croata Marin Cilic, eliminado pelo também suíço Stanislas Wawrinka pelos parciais de 6-0 e 6-2.
O terceiro tenista mundial e principal figura do 25.º Portugal Open precisou apenas de 45 minutos para garantir um lugar nos oitavos de final, um pouco menos de tempo do utilizado por Rafael Nadal para vencer o russo Teimuraz Gabashvili.
O oito vezes campeão em Monte Carlo e número um mundial bateu o 58.º tenista do ranking ATP pelos parciais de 6-4 e 6-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.