O tenista português Gastão Elias juntou-se hoje a várias figuras do ténis mundial numa homenagem a Nick Bollettieri, antigo treinador norte-americano, fundador da academia da IMG na Florida, falecido na última madrugada aos 91 anos.

“Tive a sorte de estar muitas vezes com o Nick, assisti a vários treinos e também tive a sorte de estar no campo com ele. Era uma pessoa incrível, cheio de energia. Já o apanhei numa faixa etária mais avançada, por isso não cheguei a conhecê-lo na fase mais energética, mas sempre o vi muito entusiasmado, com vontade de partilhar informação, conhecimento e ajudar”, começa por recordar à Lusa Gastão Elias, que integrou a academia da IMG em 2006.

O tenista da Lourinhã descreve Bollettieri como “uma pessoa com muito poder, uma história incrível, muita credibilidade naquilo que dizia e uma forma de falar muito persuasiva, em que todos paravam para o ouvir e aprender”.

“O campo principal da IMG tinha bancadas e estavam sempre cheias para ver os treinos dele, o que demonstra a grandeza e o histórico dele. Era, sem dúvida, uma pessoa muito especial e dificilmente haverá alguém a chegar parto daquilo que conquistou no nosso desporto. Sinto-me honrado por ter partilhado o campo com ele inúmeras vezes. Foi um bom período da minha carreira e em que aprendi muita coisa”, frisa Elias.

Assim como o jogador português, o alemão Tommy Haas, um dos seus antigos alunos que atingiu o segundo lugar no ranking ATP em 2013, também reagiu à notícia do falecimento, revelada em comunicado pela IMG.

“Tantas memórias, nem sei por onde começar (…). Obrigado pelo teu tempo, conhecimento, envolvimento, experiência, vontade de partilhar e interesse pessoal em me apoiar e dar o máximo de hipóteses de realizar os meus sonhos. Eras um sonhador e uma pessoa de ação, um pioneiro no nosso desporto e uma personagem única”, escreveu o germânico no Instagram.

Depois de Haas, foi a vez da sua compatriota Sabine Lisicki, ex-número 12 mundial, partilhar uma mensagem de agradecimento a Nick Bollettieri, que trabalhou com jogadores como André Agassi, Boris Becker, Jim Courier, Mónica Seles, Maria Sharapova, Venus e Serena Williams, que viriam a liderar o ténis mundial.

“Obrigada, Nick. Deste a tantas crianças um lugar para poderem trabalhar e alcançar os seus sonhos. Apoiaste com todo o teu conhecimento e confiança de que tudo é possível. Eu tive a sorte de ser uma dessas crianças. Moldaste o jogo do ténis”, sublinhou Lisicki no Twitter.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.