A justiça checa condenou a oito anos de prisão Radim Zondra, que, em dezembro de 2016, feriu com uma faca a tenista Petra Kvitova, durante um assalto à residência da atual número dois da hierarquia mundial.

Zondra, para quem o Ministério Público tinha pedido uma condenação de 12 anos de prisão, pode recorrer da sentença, decidida hoje por um tribunal de Brno.

Em 20 de dezembro de 2016, Radim Zondra, que sempre se declarou inocente, feriu Kvitova na mão esquerda, quando esta se defendia durante um assalto à sua casa, na cidade checa de Prostejov.

Kvitova, que é canhota, sofreu lesões nos cinco dedos e em dois nervos da mão esquerda, que a obrigaram a submeter-se a uma intervenção cirúrgica e a uma paragem da atividade desportiva de cinco meses.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.