O português João Sousa avançou, esta terça-feira, para a segunda ronda de singulares do torneio de terra batida de Como, em Itália, de categoria "Challenger" do circuito profissional de ténis, após a vitória sobre o checo Ivo Minar.



João Sousa, 122.º na classificação mundial, esgotou uma hora e 12 minutos para desenvencilhar-se do checo Ivo Minar, 189.º, em duas partidas, concluídas com um duplo 6-2.



O tenista natural de Guimarães, que teve mais sorte do que Frederico Gil, eliminado hoje no embate com o italiano Gianluca Naso, por duplo 6-4, vai defrontar o suíço Michael Lammer, 683.º, de 30 anos, que entrou no quadro principal como "alternate".



No circuito profissional, João Sousa, 23 anos, e Ivo Minar, com mais cinco anos, encontraram-se pela quarta vez, sempre em terra batida.



Os anteriores três embates entre os dois realizaram-se também este ano, tendo o último acontecido em Roland Garros: na segunda ronda do "qualifying", João Sousa venceu Minar por 6-0 e 6-3.



Os outros encontros ocorreram em Marrocos, nos "Challenger" de Rabat e Méknes, também com João Sousa a sair vencedor.



Em Rabat, João Sousa triunfou por 6-3 e 6-2, na primeira ronda, enquanto, em Méknes, o vimaranense avançou para a segunda eliminatória após 4-6, 7-6 (10-8) e 7-5.