O tenista português João Sousa foi esta terça-feira eliminado na segunda ronda do torneio Masters 1000 de Paris, ao perder com o checo Tomas Berdych, por 6-3, 3-6 e 7-5.

Berdych, sétimo cabeça de série e 11.º no 'ranking' mundial, aproveitou os dois únicos 'break-points' de que dispôs, um no primeiro 'set' e o outro a fechar o encontro, para bater o número um português em uma hora a 57 minutos, mantendo o pleno de triunfos em três confrontos com João Sousa.

Depois de perder o primeiro 'set', em que o checo salvou três pontos de 'break', João Sousa, 43.º da classificação ATP, quebrou o serviço ao adversário no oitavo jogo e fechou a segunda partida ganhando 11 dos últimos 12 pontos, beneficiando dos erros não forçados acumulados por Berdych.

No terceiro 'set', mantendo a consistência que vinha demonstrando nos pontos de primeiro serviço, o jogador vimaranense dispôs de dois 'break-points' no nono jogo, o que lhe permitiria chegar a 5-4 e servir para fechar, mas o checo salvou ambos e acabou encerrar o encontro no serviço do português.

Na primeira ronda, Sousa, de 27 anos, tinha derrotado o italiano Andreas Seppi.

*Artigo atualizado às 15h36.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.