João Sousa, um dos elementos da seleção portuguesa que venceu a Finlândia na segunda ronda o Grupo 2 da zona Europa/Africa da Taça Davis de ténis, reaproximou-se do top-50 do ‘ranking’, surgindo em 51.º na lista publicada hoje.

Após uma semana dedicada à maior competição de ténis entre seleções, os ‘acertos’ das contas na hierarquia mundial permitiram ao 'número um' português subir duas posições, ficando agora a apenas um lugar do grupo dos 50 melhores do mundo.

Entre os outros elementos da seleção portuguesa, Gastão Elias perdeu dez posições na classificação do ATP e está agora classificado no lugar 181.

Rui Machado também caiu 17 lugares e passou a ocupar o 237.ª posição.

Já Frederico Silva, o mais jovem da equipa nacional (20 anos), subiu cinco ‘degraus’ e aparece hoje em 264.º.

No topo da classificação, Novak Djokovic continua a liderar confortavelmente a lista, seguido do suíço Roger Federer, jogador que o sérvio venceu na final da última edição do ‘Grand Slam’ de Wimbledon.

Na classificação feminina, Michelle Larcher de Brito, que ficará afastada de competição durante cerca de três meses devido a uma lesão no pulso direito, contraída no ‘qualifying’ de Wimbledon, perdeu dois lugares e aparece agora em 156.ª.

O estatuto de líder do ‘ranking’ continua a pertencer à norte-americana Serena Williams, enquanto a checa Petra Kvitova protagonizou a única mexida entre a elite do ‘top-10’, ao subir ao quarto lugar, ‘empurrando’ a dinamarquesa Caroline Wozniacki para quinto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.