O tenista britânico Andy Murray, número três mundial, apurou-se hoje para as meias-finais de Wimbledon, terceiro torneio do ‘Grand Slam’ da temporada, ao eliminar o canadiano Vasek Pospisil, 56.º da hierarquia.

Vencedor do torneio de relva londrino em 2013, Murray regressa às meias-finais, que tinha falhado em 2014, graças a um triunfo por 6-4, 7-5 e 6-4, em duas horas e 13 minutos.

Nas meias-finais, que atinge pela sexta vez em sete anos, Murray vai encontrar o suíço Roger Federer, número dois mundial, que afastou o francês Gilles Simon, 12.º cabeça de série, por 6-3, 7-5 e 6-2.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.