O tenista britânico Andy Murray, segundo do 'ranking' mundial, prosseguiu hoje a sua caminhada no Open da Austrália, primeiro 'Grand Slam' da temporada, ao afastar o australiano Bernard Tomic, 17.º pré-designado.

Finalista em Melbourne em 2010, 2011, 2013 e 2015, Murray, que na ronda anterior eliminou o português João Sousa, desembaraçou-se de Tomic em três 'sets', vencendo por 6-4, 6-4 e 7-6 (7-4), em 2:30 horas.

Ainda sem encontrar grandes sobressaltos na presente edição do torneio australiano, Murray terá nos quartos de final um teste teoricamente mais difícil, quando medir forças com o espanhol David Ferrer, oitavo cabeça de série, a quem já venceu 12 dos 18 confrontos diretos.

Já Ferrer, que hoje 'despachou' o norte-americano John Isner também em três 'sets', por 6-4, 6-4 e 7-5, em 2:04 horas, apresentar-se-á frente a Murray motivado com o facto de ainda não ter perdido qualquer parcial na presente edição do open australiano, na que será a sua sexta aparição naquela fase da prova.

Muito mais complicada adivinhava-se a missão do canadiano Milos Raonic, 14.º jogador do 'ranking' mundial, frente ao quarto da hierarquia e campeão em 2014, o suíço Stanislas Wawrinka.

No que foi o quinto frente a frente entre os dois jogadores, Raonic finalmente levou a melhor, vencendo o embate ao fim de cinco 'sets', com parciais de 6-4, 6-3, 5-7, 4-6 e 6-3, após 3:44 horas, preparando-se agora para defrontar nos quartos de final o francês Gael Monfils.

Igualada a sua melhor prestação em Melbourne, alcançada em 2015, Raonic vai tentar ultrapassar pela primeira vez o jogador francês, 25.º jogador do 'ranking' mundial, que venceu os dois únicos embates entre ambos.

Monfils garantiu pela primeira vez a presença nos quartos de final do open australiano, ao derrotar o russo Andrey Kuznetsov, 74.º do mundo, em quatro 'sets', com 7-5, 3-6, 6-3 e 7-6 (7-4).

No quadro feminino, as atenções estão já viradas para a partida dos quartos de final entre a norte-americana Serena Williams, líder do 'ranking', e a russa Maria Sharapova, quinta cabeça de série, na que será uma reedição da final do ano passado, conquistada por Williams.

Na ronda de hoje, a principal favorita em ação seguiu em frente sem complicações, com a alemã Angelique Kerber, sétima jogadora do torneio, a não encontrar grandes dificuldades frente à sua compatriota Annika Beck, que derrotou por 6-4 e 6-0.

Também sem dificuldades, a bielorrussa Victoria Azarenka, 14.ª pré-designada, desembaraçou-se da checa Barbora Zahlavova Strycova em dois 'sets', por 6-2 e 6-4.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.