O português João Sousa terminou esta quinta-feira o seu percurso no Estoril Open, ao ser eliminado por Milos Raonic na segunda ronda, com um duplo 6-3. Na conferência de imprensa, o tenista luso manifestou alguma tristeza com o seu rendimento.

«É sempre bom poder jogar no campo principal do Estoril Open, ainda por cima numa segunda ronda, sinal de que já se passou uma eliminatória. No entanto, confesso que esperava fazer algo mais. O problema é que, para além de o adversário ser muito forte, não joguei o meu melhor ténis», confessou João Sousa.

«Servi mal e faltou-me alguma consistência no fundo do campo. Estive sempre algo ansioso, preso de movimentos. Decididamente, o meu ténis não saiu todo. Queria ter feito mais, mas não aconteceu», acrescentou o tenista, quando questionado sobre as razões da sua prestação abaixo das próprias expectativas.

João Sousa teceu ainda rasgados elogios a Milos Raonic, considerado por muitos como a revelação do circuito mundial em 2011. «É um grande jogador, que está a evoluir imenso e a realizar uma época de enorme qualidade. Nunca defrontei ninguém com um serviço tão forte», concluiu. 

Saiba tudo sobre o torneio no especial Estoril Open

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.