Os tenistas portugueses Nuno Borges e Gonçalo Oliveira acederam hoje às meias-finais do Oeiras Open II, juntando-se e Gastão Elias no lote de semifinalistas do torneio do ATP Challenger Tour, que decorre no Complexo Desportivo do Jamor.

Depois do apuramento direto de Elias, por desistência do adversário na quinta-feira, o primeiro jogador português a assegurar hoje a qualificação foi Nuno Borges, número 378 do ‘ranking’ ATP, que derrotou o francês Manuel Guinard, com os parciais de 6-3, 3-6 e 6-3, em uma hora e 44 minutos.

Graças ao triunfo, o jovem natural da Maia, de 24 anos, garantiu a presença inédita nas meias-finais de um challenger no Centralito do Jamor, onde sábado vai defrontar o compatriota Gastão Elias, 323.º colocado na hierarquia mundial e vice-campeão do Oeiras Open I.

“Foi um encontro de muitos altos e baixos, mas estou muito contente por estar na minha primeira meia-final de um challenger. Vai ser a primeira vez que vou jogar com o Gastão em terra batida e estou à espera de um encontro muito duro. Sinto que, neste torneio, o Gastão é o jogador a bater e, por isso, espero um jogo bem disputado”, comentou Borges.

Assim como o maiato, Gonçalo Oliveira, 296.º classificado no ‘ranking’ mundial, qualificou-se para as meias-finais do Oeiras Open II, ao ultrapassar o compatriota Tiago Cação em dois ‘sets’, pelos parciais de 7-5 e 6-2, ao fim de duas horas e quatro minutos.

O próximo adversário do tenista natural do Porto, de 26 anos, é o ‘qualifier’ argentino Pedro Cachim (336.º ATP), que se impôs ao italiano Gian Marco Moroni, por 6-3, 2-6 e 6-4.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.