Os tenistas portugueses Nuno Borges e Gonçalo Oliveira asseguraram hoje a qualificação para a segunda ronda do Maia Open, torneio do circuito ‘challenger’ que está a decorrer no Complexo Municipal de Ténis da Maia.

De regresso ao torneio da sua cidade, onde foi semifinalista e finalista na edição dupla de 2021, o número 93 mundial precisou de apenas 54 minutos para eliminar o uzbeque Denis Istomin, 431.º classificado ATP, mas antigo 33.º colocado, em dois ‘sets’, com os parciais de 6-3 e 6-0.

“Entrei um bocadinho nervoso, mas foi um encontro bastante tranquilo e fluído. O meu adversário acabou por se render um bocadinho animicamente e eu percebi. O objetivo era ganhar, por isso é muito bom sair com a vitória, com boas sensações e não muito desgastado para as próximas rondas”, comentou Borges, após a estreia.

Depois de passar para a frente no marcador no quinto jogo do primeiro parcial, o jovem maiato, de 25 anos, fechou 10 dos 11 jogos seguintes para alcançar um triunfo fácil ante o experiente opositor, 11 anos mais velho, e marcar duelo com o vencedor do encontro entre o compatriota Pedro Sousa e o ucraniano Uleksii Krutykh.

Já Gonçalo Oliveira, agraciado com um ‘wild card’ para o quadro principal, teve uma tarefa mais complicada diante do sérvio Nikola Milojevic (293.º ATP) e só ao fim de três parciais (5-7, 6-3 e 6-0) garantiu a manutenção em prova.

“Estou contente. Tenho trabalhado bens nas duas últimas semanas, não arranquei muito bem no primeiro ‘set’, cometi alguns falhanços, algumas duplas faltas a mais e não aproveitei o primeiro ‘break point’ que tive no segundo jogo dele, mas estou muito satisfeito com o segundo e, sobretudo, o terceiro ‘set’” avaliou o portuense.

Enquanto Oliveira, de 27 anos, que figura no 485.º lugar na hierarquia ATP, vai medir forças na fase seguinte do torneio com o austríaco Jurij Rodionov (120.º), o também português Fábio Coelho, dotado igualmente de um convite para o quadro principal de singulares, foi derrotado hoje pelo ‘qualifier’ belga Raphael Collignon (297.º), por 6-3 e 6-0.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.