O sérvio Novak Djokovic, o suíço Roger Federer, a australiana Ashleigh Barty e a norte-americana Serena Williams estrearam-se hoje com vitórias no Open da Austrália, primeiro ‘major' da temporada, numa jornada inaugural marcada pela chuva em Melbourne.

Djokovic, número dois mundial e campeão em título, foi o último a entrar em ação na Rod Laver Arena e, embora tenha enfrentado algumas dificuldades, conseguiu ultrapassar o alemão Jan-Lennard Struff, 37.º colocado no ‘ranking' ATP, em quatro ‘sets', pelos parciais de 7-6 (7-5), 6-2, 2-6 e 6-1.

Depois da organização do torneio, que vai decorrer até 02 de fevereiro, ter adiado para terça-feira 32 dos 50 encontros agendados para os ‘courts' exteriores, devido à chuva, o sérvio assegurou a qualificação para a segunda ronda e um confronto com o vencedor do duelo entre o ‘wild card' japonês Tatsuma Ito e o ‘lucky loser' indiano Prajnesh Gunneswaran.

Ainda antes de Novak Djokovic, que já conquistou sete títulos em Melbourne, Roger Federer havia protagonizado a sua primeira exibição da época.

O número três mundial e detentor de seis vitórias no Open da Austrália bateu o norte-americano Steve Johnson, por 6-3, 6-2 e 6-2, em uma hora e 21 minutos de um encontro que chegou a ser interrompido pela chuva.

"Estou contente com o meu primeiro encontro, não pareci nada enferrujado", comentou o helvético, de 38 anos, que se tornou no recordista de presenças (21) em singulares masculinos do Open da Austrália.

O próximo adversário de Federer sairá do embate entre o francês Quentin Hallys e o sérvio Filip Krajinovic.

Entre os principais cabeças de série destaque ainda para os triunfos do grego Stefanos Tsitsipas (6.º ATP), que eliminou o italiano Salvatore Caruso (95.º) em três ‘sets', pelos parciais de 6-0, 6-2 e 6-3, e do italiano Matteo Berrettini (8.º) sobre o australiano Andrew Harris (162.º), por 6-3, 6-1 e 6-3.

Na competição feminina, as principais candidatas ao título qualificaram-se para a segunda ronda, embora a australiana e líder da hierarquia mundial, Ashleigh Barty, tenha sentido maiores dificuldades.

Barty entrou a perder diante a ucraniana Lesia Tsurenko (120.ª WTA) e viu-se obrigada a dar a volta ao encontro para, com 5-7, 6-1 e 6-1, assegurar a continuidade em prova e o confronto com a eslovena Polona Hercog ou a sueca Rebecca Peterson.

A norte-americana Serena Williams, por sua vez, nem precisou de uma hora na Rod Laver Arena para selar a sexta vitória consecutiva da temporada, desta feita frente à russa Anastasia Potapova (90.ª), por 6-0 e 6-3.

Sete vezes campeã do Open da Austrália, Williams vai medir forças na próxima eliminatória com a vencedora do desafio entre a sul-coreana Na-Lae Han e a eslovena Tamara Zidansek.

Enquanto a adolescente Coco Gauff, de 15 anos, eliminou mais uma vez na estreia a veterana Venus Williams, por 7-6 (7-5) e 6-1, à semelhança do sucedido em Wimbledon 2019, a japonesa Naomi Osaka (4.ª) iniciou a defesa do título com um triunfo ante a checa Marie Bouzkova (59.ª), por 6-2 e 6-4, marcando encontro com a chinesa Saisai Zheng na jornada seguinte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.