João Sousa, 140.º jogador mundial, foi hoje eliminado na última ronda de qualificação para o Open da Austrália em ténis, pelo que Portugal não terá qualquer representante no quadro principal.

O 17.º cabeça de série da fase de qualificação perdeu com o moldavo Radu Albot, 123.º da hierarquia mundial e quinto pré-designado, em dois ‘sets’, por um duplo 6-4, em uma hora e 26 minutos.

No ‘court’ número 5 de Melboune Park, João Sousa, 28.º jogador mundial em 16 de maio de 2016, liderou o primeiro parcial até 3-2, recuperou de um primeiro ‘break’ e empatou 4-4, mas voltou a ver o seu serviço quebrado e acabou derrotado por 6-4.

O moldavo voltou a ‘quebrar’ o jogador luso no primeiro jogo do segundo ‘set’ e, depois venceu os seus jogos de serviço, enfrentando apenas um ponto de ‘break’, com 4-3, no oitavo jogo, enquanto Sousa teve de salvar quatro.

Antes, também na final da qualificação, Gastão Elias, número 217 mundial, foi igualmente afastado do quadro principal, ao perder com o cazaque Timofey Skatov, 255.º, por 6-4 e 7-6 (7-5), em uma hora e 43 minutos, no ‘court’ número 15.

O jogador luso, que já foi o 57.º jogador mundial, em 24 de outubro de 2016, liderou o primeiro parcial por 3-2, mas perdeu quatro dos cinco últimos jogos, e, no segundo, desperdiçou uma vantagem de 5-2 e dois ‘set points’ com 5-3.

Nuno Borges (192.º ATP), obrigado a desistir por estar infetado pelo coronavírus responsável pela pandemia da covid-19, João Domingues (249), na primeira ronda de qualificação, e Frederico Silva (240º), nas meias-finais, também já tinham caído.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.