Maria João Koehler não conseguiu disfarçar na conferência de imprensa a sua frustração pela eliminação na primeira ronda do Estoril Open. A jovem tenista portuguesa, de 18 anos, foi eliminada pela experiente Greta Arn, com os parciais de 6-2, 3-6 e 6-3.

Para a tenista lusa, os problemas físicos sentidos ao longo do encontro acabaram por falar mais alto. «Nunca sei o que poderia ter acontecido, mas se não estivesse limitada certamente estaria melhor», afirmou Maria João Koehler, acrescentando: «É certo que ela é muito experiente e joguei bem em algumas alturas, mas também não foi nada incrível».

A derrota de Maria João Koehler teve como cenário o Court Central do complexo, naquela que foi a estreia da campeã nacional feminina no recinto. «Pedi para jogar no Court Central, porque nunca tinha jogado aqui e gostei da sensação», confessou.

No entanto, a tenista portuense mostrou-se ambiciosa e optimista para o futuro. «Tenho trabalhado bem e o meu treinador diz que tenho muita margem de progressão. Estou à procura do nível de uma tenista de top-100, mas eu e o meu treinador estabelecemos como objectivo para este ano o top-150 [figura actualmente no 244º posto do ranking mundial].» 

Saiba tudo sobre o torneio no especial Estoril Open.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.