O tenista português Pedro Sousa falhou hoje o apuramento para o quadro principal do “Grand Slam” francês de Roland Garros, que começa domingo, depois de ser eliminado na terceira e última ronda de qualificação.

Pedro Sousa, número 246 do Mundo, estava a apenas um triunfo de assinalar a estreia absoluta em Paris com a entrada na prova principal, mas foi derrotado pelo austríaco Andreas Haider-Maurer, 154º do “ranking”, por 6-4 e 6-3.

Mais sorte teve João Sousa, terceiro jogador português, na posição 246 do “ranking”, que se juntou, por intermédio do “qualifying”, a Rui Machado no quadro principal do segundo “major” do ano.

Na ronda decisiva, João Sousa, 27.º mais cotado do "qualifying", venceu, também hoje, o belga David Goffin, número 109 do ATP e nono favorito desta qualificação, em dois “sets”, pelos parciais de 6-3 e 7-6 (7-3).

Rui Machado, número um português e 79.º do “ranking” mundial, já sabe, por seu turno, que vai defrontar o sul-africano Kevin Anderson, 34.º da hierarquia, na primeira ronda do “Grand Slam” francês de Roland Garros.

O único português a merecer este ano a entrada direta no quadro principal, Rui Machado, na quarta presença em Paris (terceira no quadro principal), vai cruzar-se com um jogador que este ano já figurou no “top-30” (28.º a 19 de março).

O torneio de Roland Garros arranca oficialmente no domingo e só na véspera os jogadores provenientes do “qualifying” deverão conhecer os adversários do quadro principal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.